/ Gritos de Minha Alma: Alma se abrindo

sexta-feira, fevereiro 08, 2008

Alma se abrindo



Pra você
Que tanto amei,
Me entreguei...!
Alma se abrindo,
Coração sorrindo,
Sem medo de amar...!

Quando te encontrei,
Logo me apaixonei...
E o amor foi tanto,
Que quando te perdi,
Derramei meu pranto;
Quase louca fiquei...

Pelos caminhos
Da dor enveredei,
Sem me importar
Aonde ia,
Perdida
Na minha agonia...

Sem enxergar
Mais nada,
Dilacerado coração,
Alma triste, condenada
Ao suplício da solidão
E da saudade...


Copyright © fev / 2008
By Valderez de Barros
All rights reserved.
Publicado no Recanto das Letras em 08/02/2008Código do texto: T850420

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home