/ Gritos de Minha Alma: O tempo é eterno

sexta-feira, dezembro 28, 2007

O tempo é eterno


As nuvens se abrem
Deixando a chuva cair,
Molhando meu rosto,
Deslizando suavemente
Pelo meu corpo,
Lavando minha alma...
.
Fecho os olhos...
Sinto o equilíbrio
Entre a matéria
E o espírito,
Entre o universo
E o Seu Criador...
.
Minh'alma se extasia...
Fico em harmonia
Com a natureza...
Uma luz interior
Mostra-me o caminho
Da beleza...DEUS...
.
Nada mais existe...
Flutuo no ar...
O tempo é eterno...

Valderez de Barros
Publicado no Recanto das Letras em 17/12/2007Código do texto: T782423
Copyright © dez / 2007
By Valderez de Barros
All rights reservved.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home