/ Gritos de Minha Alma: Meu tino

quinta-feira, fevereiro 18, 2010

Meu tino




Em meu tino
Zunem mil sinos,
Na minha cabeça
A bimbalhar,
Impedindo-me de pensar,
De me concentrar,
De me inspirar
Para fazer poemas...

Em meu tino,
Milhões de grilos
Fazem um coro
Que me perturba,
Desliga-me de tudo,
Prende-me em seu
Barulho infernal,
E não permite que eu voe
Nas asas da fantasia,
Do sonho, da poesia...

Ah, este meu tino!
O que fazer
Para dele afastar
Esses intrometidos,
Que teimam
Em me infernizar?
...Não sei...!

Copyright © fev / 2010
ByValderez de Barros
All rights reserved.

1 Comments:

At sexta-feira, 19 fevereiro, 2010, Blogger AD said...

Até mesmos nos tinos, os grilos ousam, poetizam mesmo que pareçam faltar os sonhos, os poemas, os versos por si em realidade poemas se tornam.

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home