/ Gritos de Minha Alma: Alma sem poesia

terça-feira, setembro 09, 2008

Alma sem poesia




A poesia passa longe de mim...
Já não tenho ânimo
Para escrever sobre
Coisas do meu coração;
Para expor minha alma,
Virá-la pelo avesso,
Sangrando o amargor
Da minha solidão...


Sou uma chama apagada
Que ardeu tanta vida,
Tanta paixão, tanto amor,
Tanto pranto e dor,
Por acreditar no amor...
Por amar demais...
Copyright © set / 2008
By Valderez de Barros
All rights reserved.

1 Comments:

At quinta-feira, 18 setembro, 2008, Blogger VERBERANTE POESIA said...

Quem escreve assim... Com todo esse sentimento... Com a pele da alma sangrando, não pode ter a poesia distante de si. Ao contrário, ela mora dentro de si... E mais: enamora-se de ti.
Bijos, poeta.
João Batista do Lago

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home