/ Gritos de Minha Alma: Ilusões do amor

quinta-feira, setembro 16, 2010

Ilusões do amor




A emoção, num sonho,
Veio brincar com meu coração,
Fantasiando momentos desejados,
Trazendo-me o cheiro gostoso do teu corpo,
Do amor pedindo pra ser saciado.

A emoção veio e me enganou,
Quando, na ilusão de estar contigo,
Perdi-me por instantes,
Envolvendo-me em ardentes carícias,
No meu alucinado sonho de amor.

E de repente, voltei à realidade...
Sozinha, amargando frustrações,
Abraçando-me, soluçando,
Encolhendo meu corpo,
Recolhendo-me dentro de mim.
Copyright © set/2010
By Valderez de Barros
All rights reserved.

2 Comments:

At terça-feira, 28 setembro, 2010, Anonymous lucinha.aguiar@uol.com.br said...

Minha doce amiga! que dizer desse poema? sem palavras, sou fã numero 1 sua.... espero que estejas bem, a tempos que não tenho entrado em net... mas sempre que venho ler e-mail aproveito pra te ver, e por ai vc pode imaginar o qto entro pra ler e-mail rsrs... Mas preciso alimentar essa nossa amizade que nasceu aqui através de suas poesias e pela pessoa que é "doce, carinhosa, integra"... adoro vc... beijos em seu coração....
Lucinha=Timel

 
At quinta-feira, 30 setembro, 2010, Blogger Arlene said...

Querida amiga e inspirada poetisa Valderez, suas criações poéticas estão cada dia revelando, em você, um grande talento poético. Parabéns pelo belo poema. Sua presença enriquece o nosso Movimento da Palavra. Um beijo. Arlene.

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home