/ Gritos de Minha Alma: Na tarde que morria...

quinta-feira, setembro 16, 2010

Na tarde que morria...









Na sombra suave
Daquela tarde
Que morria langorosa,
Procurei-te, esperançosa,
Louca de amor,
Pra te entregar
Meu coração...
Mas, não vieste!


Desesperada,
Chorei a tua ausência
Em tristes ais.
Percebi, então,
Que seguíamos
Por caminhos desiguais...
E me senti vazia,
Desarraigada de mim...
Copyright © set/2010
By Valderez de Barros
All rights reserved.

1 Comments:

At terça-feira, 19 outubro, 2010, Blogger Dina a Ciganinha said...

VALDEREZ QUERIDA, RETRIBUINDO SUA NOBRE VISITA, AGRADEÇO SEU GENTIL COMENTÁRIO. lINDOS E ARDENTES POEMAS QUE ME ESNCANTAM!
SEMPRE BOM LER-TE AMIGA!

BJS!

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home