/ Gritos de Minha Alma: Outono da vida

quinta-feira, abril 17, 2014

Outono da vida




No outono da vida,
Meu corpo já sente
O peso da idade,
Quando alguma dor física
Me incomoda, em alguns
Movimentos que faço.

No outono da vida,
Meu coração continua
Parado no tempo,
Estacionado na adolescência,
Sonhando com o amor.

Ainda sinto dentro de mim
Uma mulher em plena juventude,
Que às vezes se assusta
Com a força de seus pensamentos,
Contrastando com a idade
Que seu corpo tem.

Copyright © abr 2014
By Valderez de Barros
All rights reserved. 

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home