/ Gritos de Minha Alma: Sou...mulher

terça-feira, novembro 27, 2012

Sou...mulher





Não sou a água, que desliza serena
Por rios e riachos rumorejantes,
Mas, sou pura fonte de amor, perene,
Que mata a sede a um coração amante.

Não sou fogo em brasa, que queima e aquece,
Mas, sou a chama ardente de uma paixão,  
Que incendeia a alma,  e jamais se esquece;
Que em delírio, foge à luz da razão. 

Não sou o sol, que dá luz e vida a tudo,
Mas, sou o simples e humilde receptáculo
Que a reproduz, por vontade de Deus.

Não sou a lua, que clareia a mãe terra,
Mas, sou luz que no peito abriga e encerra,
O brilho do amor pelos filhos meus.

Copyright ©nov /2012
By Valderez de Barros
All rights reserved.
 
Copyright ©nov /2012 By Valderez de Barros All rights reserved.hospedagem de site barato

2 Comments:

At domingo, 02 dezembro, 2012, Blogger Lou Correia said...

Que soneto lindo, Des!
Emocionada, as lagrimas correm pelo meu rosto, pois sinto um orgulho danado de ve-la produzindo assim, doce poetisa, minha amiga-irma querida!
Muita saudade, Lou.

 
At sábado, 08 junho, 2013, Blogger Meimei Corrêa said...

Fiquei encantada também som este soneto... parabéns. Bjos

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home