/ Gritos de Minha Alma: Sou ninguém

domingo, outubro 14, 2007

Sou ninguém



Se triste,
Sou...
Inverno frio,
Gelo na alma,
Favo sem mel,
Rouxinol mudo
Que perdeu a voz,
Sem razão para cantar...
.
Sou...
Sol encoberto
Por densas nuvens,
Rio de lágrimas,
Riso sem alegria,
Flor sem perfume,
Noite sem luar...
.
Sou...
Fonte sem água,
Mulher sem ser,
Amante sozinha,
Fogueira apagada,
Coberta de cinzas,
Quase sem brasa...
Sou ninguém...
Copyright © out / 2007
By Valderez de Barros
All rights reservved.
Publicado no Recanto das Letras em 14 / 10 / 2007
Código do texto: T693822.

1 Comments:

At quarta-feira, 14 novembro, 2007, Anonymous Anônimo said...

Tia,
agora sei pq sempre te achei a mais linda! É pq a beleza não vinha só da matéria, mas de uma alma repleta de tanto sentimento e poesia.
Parabéns!
Um beijo da sobrinha cada vez mais fã,
Kelly

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home