/ Gritos de Minha Alma: Julho 2009

sábado, julho 25, 2009

Fragmentos



Sou o retrato de uma mulher
Que muito amou e que
Se perdeu do seu amado
Por um caminho tortuoso,
Que se abriu em paralelas,
Pra nunca mais se encontrarem...


Tudo passou...porém, às vezes,
Ainda me perco a recordar
De tantos beijos, tantos abraços,
De tantas noites de amor
Que se perderam no tempo,
Mas, estão nas minhas lembranças...


A vida foi nos afastando;
Só o pranto ficou...um pranto doído,
Escondido no âmago de minh'alma,
Que se fechou, se quebrou
E se camuflou no sorriso mascarado
Que se abria, desbotado, no meu rosto...


Sou o retrato
De tantas outras mulheres
Que se doaram, que se doam
A um amor fragmentado,
Estilhaçado em mil pedaços,
Mas, mesmo assim...um grande amor.

Copyright © jul / 2009By
Valderez de Barros
All rights reserved.

sexta-feira, julho 10, 2009

Onde estás...?



Onde estás, meu amor,
Que não vens dar sentido
À minha vida, alegrar meu coração?
Que não vens me fazer sair
Desse marasmo em que vivo
E dar um fim à minha solidão?

Onde estás, doce fantasia
Que em meus sonhos
Faz-me companhia,
Abraça-me, beija-me com ardor
E me faz promessas de amor?

Onde estás, metade
Que me completaria
E que me falta,
Pra me sentir inteira...
Onde estás...?
Copyright © jul / 2009By
Valderez de Barros
All rights reserved.