/ Gritos de Minha Alma: Maio 2007

segunda-feira, maio 28, 2007

Apaga a luz!


.

Vem, entra! Apaga a luz e fecha a porta!
Não interessa o mundo lá fora!
Só o que importa é o amor de nós dois...!
Vem, entra! Esquece a dor, o medo e a tristeza!
Vem pra mim, com meiguice e calor!
Já não podemos deixar pra depois...!

Vem! Chega bem perto e te aquece em mim!
Quero que a chama do amor arda em ti!
Quero sentir do teu corpo o calor...!
Vem! Deixa que a vida aconteça em nós!
Deixa que o tempo e o espaço se percam,
Em nossos corpos sedentos de amor...!

E quando em frêmitos,
As emoções em ondas explodirem
E os nossos corpos, em êxtase saciarem,
Hás de adormecer, sorrindo, em meu abraço...
Hei de me realizar, feliz, no teu cansaço...
.
Copyright © mai/2007
By Valderez de Barros
All rights reserved.

sexta-feira, maio 25, 2007

Noites Insones...


.
Você foi embora
Sem dizer adeus...
Deixou em minha boca
O gosto dos beijos seus...
Impregnado em mim,
Ficou o cheiro seu ...

.
O calor do seu corpo
Que em tantas noites de amor
Meu corpo aqueceu,
Ainda sinto bem vivo,
Nas noites insones
De vontade de você...
Copyright © mai/2007
By Valderez de Barros
All rights reserved.

domingo, maio 20, 2007

Uma Linda Miragem...




Vou pegar carona com o vento
E voar pra junto de ti...
Vou te abraçar apertado,
Colar meu corpo ao teu
E, sedenta de amor,
Em tua boca sedutora
Sugar o doce mel,
Matando esse desejo louco
Que me consome aos poucos,
Sentindo o apelo
De te amar
E me fazer feliz....
.

Mas, isso tudo é só um sonho
Desta mulher que te ama tanto,
Que quer tudo e quer tão pouco,
Só te ver, mesmo que de longe,
Como uma linda miragem
Na imensidão do deserto
Que assola minha alma...


Copyright © mai/2007
By Valderez de Barros
All rights reserved.

terça-feira, maio 15, 2007

Saudade de ti!


Vai, meu sonho lindo...!
Sei que nunca terei teu amor...!
Segue teu destino...!
Vai ao encontro daquela
Que poderá te amar
E fazer-te feliz...!
.
Sigo meu caminho
Solitário e sombrio,
Sentindo o frio
A penetrar minha alma,
Sentindo um vazio...
Saudade de ti...!
Copyright © mai/2007
By Valderez de Barros
All rights reserved.

sábado, maio 12, 2007

Amo-te em segredo...


Quando olho nos teus olhos,
meu coração bate forte,
minh'alma se incendeia
de tanto amor
que sinto por ti...
.
Mas, te amo em segredo...
Não posso te confessar
o meu amor,
tamanhas diferenças
nos separam...
Copyright © mai/2007
By Valderez de Barros
All rights reserved.

quinta-feira, maio 10, 2007

Mamãe, Eu Te Amo!



Mamãe, lembro-me de ti
ainda bastante jovem
a cantar feito um rouxinol,
com tua voz cristalina,
acompanhada ao violão
pelo meu saudoso pai...
Ainda tenho na retina
as imagens das serenatas,
na nossa terrinha,
quando ainda não havia luz elétrica...
.
Eu, ainda menina,
seguia a ti e ao meu pai
em noites de lua cheia,
juntamente com outras pessoas
que se juntavam a nós,
embevecidos com tua voz
que se ouvia ao longe...!
.
Ah, tempos bons, mamãe...!
Sei que lembras também com saudade
daqueles momentos, porque
quando vou te visitar ou passar
alguns dias contigo fazendo-te companhia,
ficamos relembrando juntas
e sinto o quanto te emocionas...
.
És uma mãe como poucas...
Cuidaste de teus seis filhos com o carinho
e o zelo de uma mãe devotada...
Deste-nos todo o amor do mundo
e ainda dás, nos teus noventa e seis anos,
dos quais, quase setenta e três
vividos ao lado do teu grande amor...
.
Como era lindo o amor de vocês...!
Como o papai te segurava as mãos
de uma maneira tão doce, com tanto amor
e te beijava as mãos e o rosto
sempre que se aproximava de ti,
que retribuias com o mesmo amor,
com a mesma devoção...
.
O tempo passava
e o amor de vocês crescia com ele...
Lembro-me de que, quando via os dois
sentados juntinhos e se acariciando,
sentia uma inveja, no bom sentido, é claro,
porque era um amor assim
que eu queria para mim...
.
Minha doce mãezinha,
quero te parabenizar
pela mulher batalhadora,
pela esposa, filha, avó, bisavó
e pela mãe maravilhosa que és.
Eu te amo, mamãe!
Copyright © mai/2007
By Valderez de Barros
All rights reserved.

sábado, maio 05, 2007

Amor & Amizade!



A amizade é terna enquanto perdura... (PCoelho)
.
O amor, em momentos de ternura, se eterniza (Valderez)
.
No sentir de uma saudade (PCoelho)
.
na grandeza de um sentimento que nasce (Valderez)
.
Dos entrelaces de abraços e juras. (PCoelho)
.
.
.
Ao amigo e grande poeta PCoelho, o meu agradecimento por mais essa parceria, que me deu a oportunidade de aprender mais um pouco, com ele.Grande abraço, Paulo!!!
.
Copyright © mai/2007
By Valderez de Barros
All rights reserved.

quinta-feira, maio 03, 2007

Minha Alma Quer Descansar...



A vida é tão bela...!
Por que a desperdiço
Com tanta dor em meu coração...?
Por que não esqueço as dores do amor
E olho com mais atenção
Pra dentro de mim mesma,
Dou uma reviravolta
Nos sentimentos tristes
E os transformo em alegria...?
.
A vida é maravilhosa!
A natureza é deslumbrante...!
O sol nasce a cada manhã
Pra nos iluminar e aquecer...!
A noite nos traz frescor
E o luar, inspiração dos poetas,
Cúmplice dos namorados...!
.
Quero arrancar do meu peito
Essa tristeza tão grande...!
Quero olhar pra frente
E ver uma estrada iluminada,
Cheia de flores exalando perfume...!
.
Quero me acostumar com a solidão...!
Quero deixar de me sentir só...!
Há tantas pessoas a minha volta
Que me amam e a quem amo também...!
.
Por que tenho que sentir falta
Daquela pessoa que me completaria...?
Por que tenho que chorar
Por alguém que nunca chegará...?
.
Minha cabeça dói...!
Meus olhos ardem...!
Meu coração aperta...!
Minha alma quer descansar...
.
Copyright © mai/2007
By Valderez de Barros
All rights reserved.

terça-feira, maio 01, 2007

Com Você Aprendi...


Com você aprendi que posso amar de novo
Com a mesma intensidade da primeira vez...
Que posso ter sofrido, mas, também fui feliz
E valeu a pena os momentos que vivi...
.
Aprendi que posso ir lá no fundo do desencanto,
Mergulhar nas águas profundas do sofrimento
E voltar à tona, inteira e cheia de esperança,
De coração aberto, pronta para amar novamente...
.
Aprendi que, se num relacionamento a dois
Há momentos de carinho e ternura,
Mas, esse amor machuca mais do que dá prazer,
Melhor acabar tudo e procurar esquecer...
.
Aprendi que, quando meu coração
Bater mais forte na presença de alguém,
Como bateu por ti, quando te encontrei,
É hora de amar de novo, como um dia te amei...
.
Copyright © mai/2007
By Valderez de Barros
All rights reserved.