/ Gritos de Minha Alma: Julho 2011

terça-feira, julho 26, 2011

Pássaros silentes




Céu azul...nuvens serenas
Passeando, indolentes,
Como pássaros silentes,
Em lindas tardes amenas.


O mar, em doce ondear,
Desliza, rola espumante,
Lindo, sensual, volteante,
E vem a areia beijar.


Quando vai chegando a noite,
O vento, em leves açoites,
Brinca com os coqueirais.


A lua, espiando tudo,
Vem, com seu sorriso mudo,
Acobertar os casais.


Copyright © jul /2011
By Valderez de Barros
All rights reserved.


domingo, julho 10, 2011

Lacunas




Minhas mágoas se foram,
Somente ficando as boas lembranças.
Foi bom desabafar em versos meus conflitos,
Porque isso me fortaleceu,
Fez-me olhar pra frente, conhecer-me melhor.

Muitas vezes sinto o coração pesado,
Porém, não mais pelo que passou, mas,
Pelo que espero acontecer,
Ou que eu esperava, pudesse acontecer,
E já não tenho tanta esperança de viver.

Minhas ilusões, quase de adolescente,
Começam a fugir de mim.
Estou me acostumando
À minha solidão interior.

...Então, invento amores,
Canto em versos alegrias ou dores,
Preenchendo, assim,
Algumas lacunas de minh'alma.

Copyright © jul /2011
By Valderez de Barros
All rights reserved.