/ Gritos de Minha Alma: Fevereiro 2010

quinta-feira, fevereiro 18, 2010

Meu tino




Em meu tino
Zunem mil sinos,
Na minha cabeça
A bimbalhar,
Impedindo-me de pensar,
De me concentrar,
De me inspirar
Para fazer poemas...

Em meu tino,
Milhões de grilos
Fazem um coro
Que me perturba,
Desliga-me de tudo,
Prende-me em seu
Barulho infernal,
E não permite que eu voe
Nas asas da fantasia,
Do sonho, da poesia...

Ah, este meu tino!
O que fazer
Para dele afastar
Esses intrometidos,
Que teimam
Em me infernizar?
...Não sei...!

Copyright © fev / 2010
ByValderez de Barros
All rights reserved.

quinta-feira, fevereiro 04, 2010

Serra grande




Houve um tempo, quando eu era menina,
Lembro-me bem...de manhãs friorentas,
Quando, lá na serra, eu via a neblina
Caindo, em suaves nuvens cinzentas.


Vestida num camisolão bem quente,
Sentadinha no batente, eu ficava
Vendo meu pai, que as vacas ordenhava,
Enquanto me olhava amorosamente.


Ele trazia no meu canequinho
O leite espumante, morno, docinho,
Que com gosto, eu sorvia lentamente.


Foi bom, quando moramos lá na serra,
Naquela casa branca, em minha terra,
Que eu hei de recordar eternamente.


Copyright © fev / 2010
ByValderez de Barros
All rights reserved.